Últimas
  A cada dia fica pior para o STF e seu togados bestiais // MP denuncia major Diego por exercer cargo político ilegal // Governador e Mão Santa fecham acordo para acabar violência // Carroceiros protestam contra projeto de ajuda de vereadora // Wellington Dias libera geral os "fuás" em todo o Estado //
 


www.jornaldacidadepi.com.br

 
 
Crime organizado

Até onde iremos com esta mania desgraçada de roubar, enganar e querer se mostrar “sabido”, sendo desonesto? Parece que está no nosso sangue e que se você não agir assim será considerado “por fora” “otário” ou qualquer outro adjetivo na mesma linha. Terrível.

Já faz algum tempo que estamos acompanhando uma luta desproporcional entre a prefeitura e o serviço de transporte “público” que de público nada tem, mas hoje tomei conhecimento de que tem coisa muito pior acontecendo e ninguém faz nada. São coniventes, principalmente os da justiça.

Sabemos que quinzenalmente as empresas depositam nas contas de seus empregados, junto ao SETUT, os valores referentes aos vales transporte daquele período futuro, ou seja, os empresários recebem antecipadamente, lógico, por um serviço ainda não prestado. Perfeito.

Também somos sabedores de que desde que iniciou esta tal de pandemia que o serviço de transporte coletivo vem sendo feito de forma ocasional, sem regularidade e que o trabalhador tem sofrido para cumprir seus horários de trabalho e quase sempre usa veículo de aplicativo para se deslocar. Usando aplicativo, gasta do seu bolso e não usa os vales, mas os empresários já receberam.

Aí você poderia sugerir que o empregador em vez de creditar ao SETUT pagasse diretamente para o funcionário, só que aí a justiça do trabalho caracterizaria como proventos e aí teria que incidir FGTS e INSS, pois passaria a ser verba salarial. Não dá.

Mas vamos ao crime. Tomamos conhecimento de que os vales não utilizados pelos empregados há mais de 60 dias, simplesmente desaparecem dos “créditos” do cartão do empregado, ou seja, além de receberem sem prestar o serviço ainda roubam na cara dura. Não são “sabidos” são ladrões. E ninguém consegue enxergar isto. Pense num crime bem organizado. Se bem que a “justiça é cega”.




 







A notícia em Primeiro Lugar

Uma publicação do
Instituto Nonato Santos e
VND - Comunicação
Rua Tiradentes, 1358
(86) 3222-5832

 



Fale Conosco

O nosso propósito é levar a informação a todos os recantos do Piauí, do país e do mundo, com imparcialidade e respeito.

COMO ANUNCIAR

Para anunciar no Jornal da Cidade, basta ligar para:

(86) 9936-5070 ou pelos E-mail:
vilsonsanttos@bol.com.br