Últimas
  Escolas particulares do Piauí empurram desconto com a barriga // Enfim, MP fiscalizará a Farmácia do Governo // Governo já pensa em reabrir orgãos públicos // TSE retoma julgamento de ações que podem cassar Bolsonaro // Brasil tem 4,6 milhões de endividados incapazes //
 


www.jornaldacidadepi.com.br

 
 
 
Wellington Dias responde as insinuações de Damares

"Eu entrego a Deus para que cuide dela".

Ao assistir aos depoimentos dos ministros na reunião polêmica com o presidente Jair Bolsonaro, liberada pelo decano Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federa, no final da tarde de sexta-feira (22/05), o governador Wellington Dias (PT) respondeu a ministra Damares Alves, que fez crítica ao seu decreto que investiga denuncia sobre suposta interferência de Jair Bolsonaro na Polícia Federal.

Na gravação, Damares fala em mandar prender governadores e prefeitos ao falar em "abusos" que estariam sendo cometidos com a adoção de certas medidas no combate ao coronavírus.

Ela citou o decreto assinado por Wellington Dias, que liberava o acesso de forças policiais a residências. Sobre as críticas, o governador afirmou que é "lamentável a declaração da ministra" e que Damares sempre foi tratada com respeito no Piauí.

O que disse o governador



Em relação ao decreto, ele explica que a norma foi editada com base na Lei Federal 13.979/2020. "Mandaram uma minuta e eu assinei de boa fé. A OAB nos alertou e imediatamente fiz a alteração. No Piauí, a área da segurança só entra numa casa para salvar vidas", justificou.

 




 







A notícia em Primeiro Lugar

Uma publicação do
Instituto Nonato Santos e
VND - Comunicação
Rua Tiradentes, 1358
(86) 3222-5832

 



Fale Conosco

O nosso propósito é levar a informação a todos os recantos do Piauí, do país e do mundo, com imparcialidade e respeito.

COMO ANUNCIAR

Para anunciar no Jornal da Cidade, basta ligar para:

(86) 99942-2747 - (86) 3222-5832 - (86) 99520-1308, ou pelos E-mais:
vilsonsanttos@bol.com.br
nilson_1@hotmail.com