Últimas
  Flamengo chega ao Catar e vai encarar o Al-Hilal // Piauienses repudiam manobra do PT para aprovar reforma da Previdência // Polícia conclui inquérito e cita 13 policiais envolvidos em crimes // Justiça no Brssil só para quem compra sentença // Justiça brasileira só enxerga quem pode comprar sentença //
 


www.jornaldacidadepi.com.br

 
 
 
Comandante promete banir bandidos da polícia do Piauí



A população do Piauí está a muito, reclamando da falta de segurança e o aumento nos índices da violência no Estado, face ao envolvimento de policiais civis e militares no comando do crime organizado.

“A polícia está cheia de bandidos. E esses são os mais perigosos e violentos porque teem fé pública e porte de arma para assaltar, matar e levar o terror às vias de fato”, reclamou uma moradora do bairro Angelim, zona Sul da capital.

Nesta terça-feira 3 de dezembro de 2019, o juiz Jorge Clay Martins manteve a prisão dos 13 presos na Operação Dictum, do latim, que quer dizer “limpeza”, em ação para investigar uma série de crimes supostamente cometidos por organização criminosa formada por PMs em Teresina. 

Dos 13, dez são policiais militares, um policial civil e mais duas pessoas. Todos foram submetidos à audiência de custódia nesta terça-feira (3) e os PMs devem ser encaminhados ao presídio militar. 

Inquérito do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco) aponta que os policiais cometiam comércio ilegal de arma, extorsão, tráfico de droga, roubo de carga e até assassinato por encomenda. 

Entre os presos está o ex- policial militar,  Wanderley Rodrigues da Silva. Ele é considerado o líder da quadrilha e foi expulso da corporação há 40 dias. Áudios atribuídos aos policiais e  divulgados ontem pela Secretaria Estadual de Segurança mostram como as ações criminosas eram planejadas.

Veja lista dos presos:

  1) Genildo Vieira da Silva
  2) Francisco das Chagas Lima Trindade 
  3) Helido Cunha de Sousa
  4) Bruno Costa de Oliveira 
  5)Antônio Lopes Rosa
  6) Rafael dos Santos Leal
  7) Marcelo Ribeiro Rocha 
  8) Percyvall de Oliveira Ferreira 
  9) Lourival Ferreira de Carvalho Neto
10) Ellisson Costa Vieira 
11) Wanderley Rodrigues da Silva, vulgo W.Silva, 
12) Erasmo de Morais Furtado 
13) José Afonso Santos e Silva

Comando em ação

Diante do fato escabroso, o comandante da Polícia Militar do Piauí, coronel Lindomar Castilho, reafirmou que a corporação não mede esforços para investigar e aplicar as sanções necessárias aos policiais suspeitos de associação criminosa investigada pelo Grupo de Repressão ao Crime Organizado (GRECO).

A polícia cumpriu mandados de busca e apreensão e de prisão contra 16 pessoas, entre eles, policiais militares e civis suspeitos de roubo de carga, pistolagem e ajudar traficantes em boca de fumo.

Para o comandante, os bons profissionais que, segundo ele são maioria da corporação, não devem ser julgados por uma minoria de conduta suspeita. “Em nome desses policiais estamos aqui dizendo que a Polícia Militar está cortando na carne. É preciso. Esses bons policiais não podem ser comparados a quem usa do nosso uniforme para cometer crimes”, afirmou. 

 




 







A notícia em Primeiro Lugar

Uma publicação do
Instituto Nonato Santos e
VND - Comunicação
Rua Tiradentes, 1358
(86) 3222-5832

 



Fale Conosco

O nosso propósito é levar a informação a todos os recantos do Piauí, do país e do mundo, com imparcialidade e respeito.

COMO ANUNCIAR

Para anunciar no Jornal da Cidade, basta ligar para:

(86) 99942-2747 - (86) 3222-5832 - (86) 99520-1308, ou pelos E-mais:
vilsonsanttos@bol.com.br
nilson_1@hotmail.com