Últimas
  Ministro do STF determina liberação de R$ 1 bi ao Piauí // Wellington Dias vai a Bolsonaro pedir ajuda // Governador diz que tem planos pagar salários // A lição de Mandela // Senado ignora Bolsonaro e dá reajuste ao Judiciário //
 


www.jornaldacidadepi.com.br

 
 
 
Esporte perde muito com a morte de Cesarino na FFP

Cesarino: uma perda enorme para o esporte piauiense

De um mal estar súbito sem grandes consequências e após passar por cirurgia no Hospital São Marcos, em Teresina, Cesarino Oliveira não suportou mais que 24 horas para chegar à óbito. Por estar bem após a cirurgia, sem complicações, os amigos suspeitam de erro médico e vão questionar judicialmente a equipe que o operou. O corpo de Cesarino Oliveira chegou a Pax União, na Avenida Miguel Rosa, por volta de 8h30 e será sepultado no Cemitério Jardim da Ressureição, por volta das 17h00m.

A esposa, filhos, sobrinhos e amigos acompanham o velório. De acordo com a assessoria da FFP, o presidente da Confederação Brasileira de Futebol Coronel Antonio Carlos Nunes, e o secretário geral da entidade, Walter Feldman e outro dirigente também devem se despedir do presidente da FFP.

A confirmação depende apenas da disponibilidade de um voo para Teresina, inclusive, cogita-se que possam vir em um voo particular para a despedida. Antônio Américo, presidente da Federação Maranhense de Futebol, confirmou presença.

O sepultamento está previsto para 17h, no cemitério Jardim da Ressurreição. O juiz eleitoral, Almir Abib Tajra, relembra da amizade com Cesarino e como ficou assustado ao saber do problema de saúde do amigo. 

"São muitas lembranças, desde os tempos de Liceu Piauiense, passando pelo campinho do Bariri, pela Vila Operária. Sempre amigo, sempre presente. Participou de tudo no futebol nos últimos tempos. Uma perda irreparável. A vida tem dessas coisas e vamos rezar pela alma dele, disse o juiz.

O Coronel Jaime Oliveira, um dos vice-presidentes da FFP e delegado em jogos de competições nacionais, é amigo de infância de Cesarino Oliveira. "Ele vem da Vila Operária e eu também. Na nossa infância, jogamos futebol no Bariri", relembra o dirigente, que seguiu carreira na Polícia Militar, enquanto o amigo optou pela Educação Física e virou jogador de futebol. 

"É uma lacuna no futebol que fica do Piauí. É um grande amigo que nós perdemos. Estivemos, na segunda-feira, na Federação trabalhando normalmente. (...) A gente é tomado de surpresa com uma situação dessas que não conseguimos entender", lamenta Oliveira, ao comentar os últimos momentos com Cesarino Oliveira. "Nós que fazemos o futebol do Piauí perdemos um grande amigo, um grande desportista". 

Daniel Araújo, diretor de competições amadoras da FFP, também lamentou que Cesarino Oliveira tenha partido sem alavancar o futebol piauiense como queria. "É uma perda irreparável, não só do amigo e companheiro, mas de uma pessoa que representa o futebol piauiense no cenário nacional. (...) Mudou a cara do futebol piauiense com muitas dificuldades de estádio, de estrutura, uma série de situações, que ele não conseguiu implementar o seu sonho, que era um futebol piauiense viável, com público cheio".

Hora da morte

Morreu na madrugada desta quinta-feira (1º), Cesarino Oliveira, 63 anos, presidente da Federação de Futebol do Piauí (FFP). Ele estava internado desde a última terça (30), no Hospital São Marcos, após passar mal em casa. Presidentes de várias federações são aguardados em Teresina para as últimas homenagens. 

"Na terça, ele estava deitado com sua esposa, levantou para tomar água, quando voltou, passou mal. Foi chamado o Samu, deslocado ao São Marcos e chegou lá bem, falou com seus sobrinhos, pediu pra ter calma e foi levado ao centro cirúrgico para fazer a cauterização das varizes do esôfago", conta Daniel Oliveira, diretor de futebol amador da FFP.

Ele acrescenta que após o procedimento, Cesarino permaneceu estável, mas apresentou uma piora clínica ontem (31) e teve, novamente, sangramento na região gastrointestinal.

"O quadro se manteve estável. Ele teve duas melhoras que nos deu a esperança da volta do nosso presidente. Ontem ao meio-dia, ele teve uma mudança de medicação. De meio-dia até meio-noite, piorou o quadro e não resistiu. Por volta de 1h30, ele tava falência múltipla dos órgãos. A gente está muito triste. Perde o futebol brasileiro, perde o futebol piauiense e a gente perde um grande amigo. Ele lutou bastante", completa Daniel Araújo, bastante emocionado.

Segundo nota divulgada pela FFP, o corpo do presidente será velado a partir das 7h na Pax União, localizada na Av. Miguel Rosa. A federação lamentou a morte. 

CONFIRA A NOTA NA ÍNTEGRA

Prezados, 

É com profundo pesar que informamos a morte do nosso grande amigo e companheiro Cesarino Oliveira, presidente da Federação de Futebol do Piauí. 

Cesarino estava internado na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital São Marcos desde as primeiras horas da última terça-feira (30), quando precisou passar por um procedimento cirúrgico após passar mal em casa. Neste momento de dor e consternação, rogamos a Deus que dê conforto à seus familiares e amigos ao tempo em que pedimos encarecidamente que seja respeitado o momento difícil pelo qual todos nós estamos passando. 

Atenciosamente, 
Federação de Futebol do Piauí

 

 

 

 




 







A notícia em Primeiro Lugar

Uma publicação do
Instituto Nonato Santos e
VND - Comunicação
Rua Tiradentes, 1358
(86) 3222-5832

 



Fale Conosco

O nosso propósito é levar a informação a todos os recantos do Piauí, do país e do mundo, com imparcialidade e respeito.

COMO ANUNCIAR

Para anunciar no Jornal da Cidade, basta ligar para:

(86) 99942-2747 - (86) 3222-5832 - (86) 99520-1308, ou pelos E-mais:
vilsonsanttos@bol.com.br
nilson_1@hotmail.com